Qualidade Total
planejando qualidade total
O TQC (Total Quality Control) é uma técnica multidisciplinar de administração, que utiliza programas, ferramentas e métodos nos processos produtivos de uma empresa. O conceito de qualidade total significa buscar a satisfação de todos os agentes envolvidos nas etapas de produção, consumidores, funcionários, vizinhos da empresa e acionistas. O Controle de Qualidade Total visa obter o domínio sobre a satisfação de todas as pessoas que têm alguma participação no processo produtivo e aquisitivo. Uma empresa deve adaptar-se para alterações sociais, tecnológicas e econômicas no meio em que trabalha e passar a desenvolver maneiras para conquistar a Qualidade Total.

Princípios da Qualidade Total


Satisfação do Cliente

Quando se fala em qualidade total os clientes são vistos como a parte mais importante de uma empresa e ela deve criar ações de atendimento ao cliente, parceria, superação de expectativas e a comparação feita pelo cliente com os concorrentes. Uma organização deve direcionar suas medidas através da satisfação de seus clientes.

Busque saber a opinião sobre os serviços prestados para que os apontamentos sejam usados para melhorar as suas ações. Com essa análise de satisfação é possível saber a resposta em relação a mudanças e inovações. A excelência é conquistada com muito diálogo com os clientes.


Gerência Participativa


As empresas devem se habituar a repassar informações aos empregados, pois esse processo de mobilização gera mais responsabilidade na empresa. A instituição deve incentivar seus funcionários a opinarem, participação nas decisões e a compartilhar informações. A criatividade deve ser usada para solucionar os problemas e os gerentes devem liderar suas equipes sem restringir o potencial de seu funcionário.

A liderança deve ouvir, motivar, delegar, informar, compartilhar e transformar seus funcionários em equipes de trabalho. Reduza o medo de opinar e estimule-os para que digam o que pensam. A participação leva a outras ações ocasionando melhor convívio com os clientes, fornecedores, acionistas e comunidade.

Aprimoramento dos Recursos Humanos

Com esse princípio você pode controlar, supervisionar e fiscalizar seus funcionários. Valorize e capacite o ser humano, eduque seu funcionário, motive e ganhe satisfação no trabalho. Os seres humanos são uma parte essencial de um processo produtivo e motivá-los ajuda a aumentar o potencial e a iniciativa. Faça com que eles conheçam a missão e as metas da empresa, saiba mais sobre a experiência adquirida pelos empregados e invista em capacitação e treinamento.

Constância de Propósitos

As mudanças e alterações dentro de uma empresa devem ser regularmente reforçada e repetidas dentro da organização. As ideias devem ser coerentes e executados de forma clara. Novos processos são implantados gradualmente até que a alteração se torne irreversível.

Aperfeiçoamento Contínuo

A empresa deve antecipar as necessidades de seus clientes se comprometendo a melhorar, inovar, utilizar novas tecnologias, inserir metas e usar indicadores de desempenho. A melhora, ou seja, o aperfeiçoamento, deve ser uma constância na empresa superando a expectativa e garantindo satisfação dos clientes.

Inove os produtos, avalie suas ações e processos, veja seu desempenho com a concorrência, assuma novo desafios e esteja aberto as novas tecnologias. Use indicadores para mensurar as melhorias realizadas.

Gerenciamento de Processos

Redução de impedimentos entre as diversas áreas da empresa provendo uma maior integração. Essa análise deve ser feita com indicadores analisando esse processo formado sempre pela cadeia cliente-fornecedor.

Delegação


O controle de uma empresa se torna mais eficiente quando a responsabilidade é descentralizada e dividida e as decisões possuem autonomia. Um empresário não pode ver tudo e fazer tudo dentro de uma empresa porque essa prática é inviável, dessa forma, delegar é a melhor opção para conseguir ter boas etapas produtivas.

As tarefas devem ser delegadas para funcionários capacitados para a tarefa e garantir a possibilidade de comunicação rápida reduzindo barreiras e demora na resolução de problemas. As decisões tomadas pelo responsável pela tarefa devem ser tomadas de acordo com a forma mais correta e quando não souber deve ser levado pelo bom senso para evitar que o cliente demore a ser atendido. Delegar e ser delegado requer responsabilidade dos funcionários.

Disseminar Informações

As informações devem fluir na empresa com os funcionários tendo ciência da missão, dos propósitos e os planos da instituição. Estabeleça um sistema interno de informações e mantenha o fluxo constante com muita transparência. Os objetivos devem ser conquistados com o compromisso de todos na empresa. Seus clientes também devem saber a missão e os objetivos da empresa garantido a transparência dos diversos grupos do ciclo empresarial: fornecedores, clientes e funcionários.

Garantia da Qualidade

Planejar e formalizar é essencial para garantir a qualidade de um sistema. Os processos devem ser tornar rotineiros e sistemáticos, as ações devem ser planejadas e a qualidade do serviço prestado deve ser garantida. É importante ter tudo documentado para facilitar o acesso e permitir que ele seja encontrado. Os documentos devem conter relação de fornecedores, testes, dados sobre inspeções e informações sobre auditoria, embalagens e ações corretivas.

Não Aceitar Erros


A política em uma empresa deve ser a de Zero Defeito e deve ser adotada por todos os segmentos de uma empresa. Um erro não deve ser ignorado para que uma atividade preventiva seja tomada contra ele para reduzir os custos da qualidade de um produto. Ações corretivas devem ser introduzidas em casos recorrentes, pois prevenir um erro sai mais barato do que consertá-lo posteriormente.

Abordagens da Qualidade Total

café e cadernoAbordagem de Deming

Essa abordagem começou a ser implantada no Japão com técnicas para reduzir os custos e aumentar a qualidade. Ele possui  ideias de controle do processo. Sendo assim, ele estabeleceu 14 diretrizes:

  • Que a qualidade dos produtos e serviços seja uma prática constante na empresa;
  • As mudanças são bem vindas na empresa;
  • Ajuste no processo, pois é nele que se origina a qualidade da organização;
  • Evite comprar apenas pelo preço de um produto;
  • Melhorar a produção e serviço sempre que for necessário;
  • Aplicar treinamento no trabalho;
  • Constituir uma liderança na empresa com uma supervisão bem constituída;
  • Reduzir o índice de medos e receios;
  • Diminuir a parede entre as áreas e Staff;
  • Não forneça a seus funcionários metas de trabalho sem oferecer meios para que ele alcance;
  • Elimine os padrões de trabalho;
  • Reduza as situações que façam com que seu empregado não tenha orgulho de trabalhar na organização;
  • Repita um determinado treino sempre que seja necessário;
  • A administração da empresa deve ser capaz de implantar as diretrizes anteriores.
Abordagem de Juran

Esse teórico trabalha com a organização dos custos da qualidade e para conseguir os melhores resultados é necessário aperfeiçoar a qualidade, controlar e planejar. No planejamento é realizado o desenvolvimento dos produtos e processos visando o bem estar do cliente. No controle de qualidade é feita uma avaliação do desempenho para que sejam mantidas as metas estabelecidas. O aperfeiçoamento busca inovar a organização para alcançar melhores graus de desempenho.

Abordagem de Crosby

Esse filósofo apoia a ideia de que se todas as pessoas se esforçarem poderão fazer corretamente uma tarefa apenas uma vez. Esse processo recebe o nome de Zero Defeito atingido através de motivação dada aos funcionários. A qualidade depende dos trabalhadores e Crosby estabeleceu 14 pontos para implementar sua posição:

  • Elaboração de um documento que contenha a política e os objetivos da empresa;
  • Criação de equipes para adequações;
  • Medir os resultados;
  • Analisar os custos da qualidade;
  • Divulgação dos resultados aos operários e supervisores;
  • Reunião para verificar os problemas;
  • Criação de um comitê para difundir o programa;
  • Treinar os gerentes e supervisores;
  • Criação de um dia para reconhecer os participantes e divulgar os resultados obtidos;
  • Definir quais os objetivos devem ser seguidos;
  • Verificar om os operários os motivos dos problemas;
  • Gratificar funcionários que tenham atingido os objetivos estabelecidos;
  • Criar conselhos da qualidade;
  • Faça tudo de novo.
Abordagem de Feigenbaun

Esse autor foi responsável pelo uso do termo Controle de Qualidade Total (TQC) em 1961. Ele afirma que a qualidade depende de todas as áreas da empresa. Ou seja, é uma ação conjunta envolvendo todos. Ele sugere mais comunicação entre os vários departamentos da empresa principalmente voltados para produção, materiais e design. Ele ainda defende uma estrutura organizativa para auxiliar na resolução de problemas que envolva mais de uma área de trabalho.

Abordagem de Ishikawa

Essa abordagem é baseada em estudos de autores como Deming e Juran. Ele acredita que a qualidade total é atingida quando envolve a participação de todos os funcionários da empresa do gerente ao operário. Ele cita os Círculos de Controle de Qualidade (CQC) usados para melhorar a qualidade e resolver os problemas. A abordagem de Ishikawa envolve mais mobilização e comprometimento e por isso é visto como mais complicada de ser implantada em uma organização.
 
 
ISO 9001   <<--  Qualidade Total  -->>  Ferramentas da Qualidade

Controle de Qualidade
ISO 9001
Qualidade Total
Ferramentas da Qualidade
Tipos de Controle de Qualidade
Fale Conosco
Mapa do site